Seja bem vindo e visite à vontade!


Por acaso, um coquetel

Ontem eu sai do serviço decidida a aproveitar o preço de R$ 5,00 do Espaço Unibanco para ir ao cinema. Mudei de idéia no caminho, desci ois pontos de ônibus antes e fui ao Teatro Augusta. Excepcionalmente ontem, estava sem nenhum dos meus informativos culturais, então, arrisquei a sorte e comprei ingresso para ver A Mancha Rocha, de Plínio Marcos. Saí para comer uma pizza, lá no Conjunto Nacional e quando voltei o teatro estava 'bombando'.

Pessoas chiques, vestidas como eu me vestiria para um casamento ou algo assim, rs. Olhei no balcão e várias taças e copos com garrafas de champanhe e refrigerantes... fui me informar do que se tratava: era o coquetel de lançamento da peça HERÓTICA. Mesmo eu não tendo comprado ingresso pra essa peça (aliás, ninguém comprou. Ontem eram todos convidados), pude participar do coquetel!!

Depois de algumas taças de champanhe e um ou dois copos de soda, estava preparada para encarar um texto de Plínio Marcos. Ele e Nelson Rodrigues me causam um certo mal estar, mas creio que não seja somente eu. Muitos devem passar por isso, devido ao palavreado e situações desconfortantes que os textos de ambos causam.

A Mancha Roxa é sobre 6 presidiárias, que ficam doentes após o uso de muitas drogas... como elas mesmas disseram: 'mancha rox se pega pela merda, pela porra e pelo sangue". Considerando que são presiárias... é punk! Ainda mais pra mim, que vivo sendo chamada de 'pat' e 'nojentinha', rsrsrsrs...

A Mancha Roxa fica em cartaz no Teatro Augusta / Sl. Experimental. Qua e qui, 21h. R$20. 16 anos. Até 27/03. Apesar dos pesares, vale a pena pela interpretação das atrizes... show de cena!



Escrito por Mariana às 08h23
[ ] [ ]


Baboseiras nossas de cada dia...

Atire a primeira pedra quem já não se matou de tanto rir de piadas bobas junto com amigos que na situação ficam tão bobos quanto você? Ontem, eu fui encontrar uma prima, que por incrível que pareça, tem o mesmo nome e sobrenome que eu. Ela é 4 anos mais nova e temos tb outra prima, a Isabela. Meu irmão foi junto comigo encontrá-las. Fomos ao shopping Tatuapé, pois fica mais perto para todos. Mari é de Sorocaba, está em SP para treinamento de uma empresa.

O primeiro ataque bobo de riso, foi elas terem confundido o apelido de meu irmão, que é Ferrugem. Chamaram-no de Ferragem, huauhhuhua... foi risada pro resto da noite. Depois, as aventuras atrás de um espelho para tirar fotos dos 4 juntos, o susto do segurança ao nos 'pegar' fazendo isso, a bronca da gerente da loja onde tinha um espelho que queríamos usar... As risadas com as fotos toscas que conseguimos, o tombo da máquina, a Mari se atropelando num trava-línguas e dizendo que toma sopa com garfo(Ixi, já cai nessa também) e a Bela tomando Mate Gelado sabor Cheetos, rs...

Voltando pra casa, tarde da noite, cansada por ter levantado às 6h00, trabalhado o dia todo, o calor infernal que faz em SP, não pude deixar de rir sozinha lembrando do que tinha acontecido... e talvez por ter me sentido tão bem e feliz, é que pela primeira vez nessa semana, acordei disposta e sem ataque de rinite, rsrsrsrsrs... É meu povo, alegria é o remédio pra vida corrida atual que todos somos obrigados a levar!!



Escrito por Mariana às 07h23
[ ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil





BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 20 a 25 anos, Arte e cultura, Cinema e vídeo
MSN - maritegani@hotmail.com



Meu humor



Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Culturando.com
 Arte Free
 Centro Cultural
 São Paulo - informação
 Sesc - SP
 Mari no orkut!!
 Metrô
 São Paulo cultural
 Ideias e Ideais
 Blog da FPA
 Fdemocratico
 Mundinho Biola
 Tele-visão
 Quase amor
 Livro sem final
 Casa do Simeão
 Milton Ayres
 Várias Vertentes
 Vale da Solidão
 Formato Híbrido
 Jornal da Lua
 Luis Antonio
 Margaridas na Janela
 Do absurdo ao suicídio
 Janio Dias
 Psyqué
 Cafe no Cafofo
 Minha Republiqueta
 Tudo o que eu sinto